A importância do seu voto

Dia 24 de Janeiro são as eleições presidenciais, e votar é um dever cívico e um direito pelo qual muitos lutaram. O voto é falar, escolher, participar, decidir, é uma responsabilidade para consigo de não deixar que os outros decidam por si.

O voto é uma das expressões da democracia, esta é um regime político cuja estrutura permite a participação coletiva nos rumos da sociedade. Todos aqueles que vivem em sociedade são sujeitos ativos e devem participar ativamente nesta dinâmica que é a democracia.

E se está a pensar não votar, então está a renunciar a um direito, e dever cívico, legitimo como cidadão ativo. Os eleitores que não atribuem qualquer importância ao seu voto referem que isso não tem qualquer interesse ou que não interfere nas suas vidas. Não poderiam estar mais errados. É a igualdade absoluta do voto, pessoal e secreto, de todos os cidadãos que o torna extremamente importante. Quando renuncia este direito está a deixar nas mãos alheias a decisão que cabe a si poder decidir, pensando que o seu voto não fará a diferença. Faz toda a diferença, na sua vida, na vida da sua família, na sua cidade e no seu país.

É imperativo participar, decidir, escolher e votar. Principalmente quando temos ao nosso dispor vários candidatos, e toda a informação necessária para podermos decidir. E porque nos é dado o direito de escolha, não renuncie a isso, não renuncie à sua voz enquanto participante de um coletivo. Lembre-se que somos um coletivo, a sociedade, e se é um participante tem o direito de se fazer ouvir, tal como tem o dever de votar.

É possível recolher informações sobre todos os candidatos através dos sites dos respetivos partidos, ou páginas pessoais. E hoje em dia nós temos uma ferramenta extraordinária nas nossas mãos, a internet, que nos permite estudar todos os candidatos, e as suas propostas por inteiro.

Votar é intervir nos assuntos que tem impacto na sua vida, quer direta ou indiretamente, em todos os domínios seja educação, saúde, segurança, cultura ou ambiente. Votar é reconhecer o seu valor enquanto cidadão e ter consciência da luta e dos sacrifícios que homens e mulheres fizeram para conquistar o seu direito ao voto. Ao exercer o seu direito está a contribuir para a consolidação e fortalecimento da sociedade e do seu próprio poder de decisão enquanto cidadão.

Votações: saiba quem é o treinador e o jogador do ano

Deixe um comentário

Tenha em atenção que os comentários precisam de ser aprovados antes de serem exibidos