GET It blog

SISTEMAS DE CRENÇA: O PODER PARA CRIAR E O PODER PARA DESTRUIR

«Por trás de tudo o que pensamos, vive tudo aquilo em que acreditamos, como o supremo véu dos nossos espíritos.»

- ANTÓNIO MACHADO

Ele era amargurado e cruel, alcoólico e toxicodependente, quase se matou várias vezes. Hoje, cumpre pena de prisão perpétua por assassinar um empregado de caixa de uma loja de bebidas que «se meteu no seu caminho». Tem dois filhos, nascidos com uma diferença de apenas onze meses, um dos quais cresceu e se tornou «igual ao pai»:  um toxicodependente que vivia a roubar e a ameaçar os outros, até que também foi preso, por tentativa de homicídio. O irmão, contudo, é outra história: é um homem que está a criar três filhos, gosta do seu casamento e parece realmente feliz. Como gerente regional de uma grande empresa, considera que o seu trabalho é ao mesmo tempo exigente e compensador. Tem boa forma física, e não é viciado em álcool nem em drogas! Como é que estes dois jovens puderam seguir caminhos tão diferentes, criados praticamente no mesmo ambiente? Foi feita a mesma pergunta a cada um deles, em privado, sem que o outro soubesse: «Porque é que a tua vida seguiu este caminho?» Por mais surpreendente que possa parecer, ambos deram a mesma resposta: «O que mais poderia ter tornado, tendo sido criado por um pai assim?»

            Muitas vezes, deixamo-nos convencer de que os acontecimentos externos controlam as nossas vidas e que foi o nosso ambiente que moldou o que somos hoje. Não existe mentira maior.

Não são os acontecimentos exteriores às nossas vidas que nos moldam, mas sim as nossas convicções sobre o significado desses acontecimentos.

Share:

Publique um comentário!